Dúvidas? Utilize nosso canais de atendimento 31 3327 5763 31 9 9586 1119
ansiedade

Psicólogo e seu papel na cura da ansiedade

O psicólogo sabe bem a diferença entre medo e a ansiedade, contudo, é preciso esclarecer que as pessoas têm tipos de ansiedades diferentes. Uma pessoa que tem medo de ser contaminado por germes e lava as mãos a cada 5 minutos possui um tipo de ansiedade muito diferente daquela que tem o transtorno do pânico, que, por sua vez, é bem diferente da que tem fobia social e sente pavor ao falar ou estar em público.

Os principais tipos de ansiedade são:

  •         Transtorno do pânico
  •         Transtorno de ansiedade generalizada
  •         Fobia social
  •         Transtorno obsessivo compulsivo
  •         Transtorno de estresse pós-traumático

Ansiedade natural X ansiedade patológica

É natural sentir-se ansioso de vez em quando. Todos nós já sentimos ou ainda vamos sentir aquela inquietação da espera. A ansiedade se torna problema quando passa a fazer parte do dia a dia; é quando a pessoa se percebe ansiosa todo o tempo. Ela tem a sensação de que alguma coisa vai acontecer e está sempre esperando por isso, mas este “isso” é algo que sequer existe.

Pessoas menos ansiosas conseguem raciocinar melhor e se planejarem com mais eficácia; lidam com as situações da vida com mais naturalidade e conseguem fazer escolhas mais acertadas. Aquelas que são muito ansiosas têm o medo como companheiro diário, ele é uma situação corriqueira no inconsciente delas.

Se a pessoa não receber tratamento adequado, o quadro pode avançar e se tornar cada vez mais grave e de difícil controle. A psicoterapia é essencial para ajudar no tratamento de pessoas que apresentam os sintomas, como também auxiliar eficazmente na prevenção do desenvolvimento desse distúrbio.

Como o psicólogo pode ajudar com os diferentes tipos de ansiedade?

É de suma importância ressaltar que o trabalho do Psicólogo depende da interação psicoterapeuta/paciente. Essa reciprocidade é fundamental para o sucesso do tratamento. O paciente precisa estar disposto a se abrir para possíveis novas questões que surjam durante o tratamento e, assim, cooperar com o seu Psicólogo na interpretação dos diferentes tipos de comportamento desse paciente.

O objetivo do psicólogo é analisar o que ocasiona os episódios de ansiedade, principalmente quando esta ansiedade deixa de ser um evento esporádico e se torna corriqueiro.

A terapia trabalha os pontos que podem estar causando mais tensão na vida do paciente. Desse modo, durante o tratamento, o psicoterapeuta:

  •         Analisa situações traumáticas
  •         Ajuda a ressignificar situações
  •         Auxilia nas formas de lidar com transtornos de ansiedade
  •         Auxilia na identificação de sensações
  •         Orienta sobre como proceder quando a ansiedade incomodar
  •         Ajuda a identificar situações geradoras de ansiedade

Lembre-se de que estar ansioso não é predominantemente um problema, mas que, se vier a se tornar um problema, é importante procurar um profissional capacitado. O psicoterapeuta saberá como ajudar e um novo caminho se abre, pois o tratamento para a ansiedade é totalmente possível, evitando transtornos na vida do paciente.

Com a vida corrida que levamos, ter alguém confiável e profissional para conversar e aliviar as ansiedades do dia a dia, ainda que não sejam patológicas, ajuda na manutenção da saúde emocional. Na Clínica Santa Amélia você pode contar a Dra. Solange Soares, psicóloga com um trabalho focado em Processo Terapêutico em distúrbios comportamentais. Marque sua consulta e ela saberá orientar você sobre o melhor caminho a tomar.

 

Siga-nos nas nossas redes sociais: Facebook e Instagram.