Dúvidas? Utilize nosso canais de atendimento 31 3327 5763 31 9 9586 1119

Dia Nacional do Combate e Prevenção à Surdez

Hoje é o Dia Nacional do Combate e Prevenção à Surdez. Esse dia tem o objetivo de conscientizar as pessoas sobre os cuidados com a saúde auditiva para a prevenção da surdez.

É muito raro pararmos para pensar em como a nossa rotina pode afetar nossa audição, mesmo que de maneira quase imperceptível ao cérebro, mas muito prejudicial para as estruturas do nosso ouvido.

Perda auditiva condutiva

Esse tipo de perda auditiva acontece por conta de um bloqueio na transmissão dos som. Isso é causado pelo acúmulo de cera de ouvido que impede o tímpano de vibrar. Também pode acontecer quando há um ferimento no tímpano, causando a interrupção na transmissão de onda sonoras.

Perda auditiva neurossensorial

A perda auditiva desse tipo é causada pela falha do nervo auditivo, ou seja, mesmo se as vibrações sonoras atingirem o ouvido interno, elas não serão enviadas para o cérebro.  Isso pode acontecer por conta do envelhecimento natural das células, efeitos colaterais de medicamentos, longa exposição à ruídos muito altos ou infecções virais.

Cuidados com a audição

Barulho do trânsito, equipamentos de obra, música alta nos fones de ouvido, longa exposição à ruídos em decibéis acima do indicado, gritaria na escola, sons do trabalho. Essa “overdose” de barulhos que nos atingem todos os dias, a gente querendo ou não, podem ser extremamente prejudiciais para nossa saúde auditiva. Por isso devemos ter cuidado redobrado com nossa audição.

Manter hábitos saudáveis, realizar exames audiológicos ao menos uma vez no ano e usar protetores auriculares em ambientes muito barulhentos são algumas das recomendações de prevenção e cuidado com a audição. Lembre-se de sempre consultar seu médico ao perceber qualquer dificuldade para ouvir. Apenas ele pode diagnosticar e indicar o tratamento correto para um possível perda de audição.

Aqui na  Clínica Santa Amélia a Dra. Nathalia Costa, nossa fonoaudióloga, está a disposição para ajudar a manter sua saúde auditiva ou até mesmo ajudar no tratamento daqueles que já foram diagnosticados com perda de audição. O uso de aparelhos auditivos podem devolver a qualidade de vida aos pacientes, melhorar a auto estima e facilitar o dia a dia da comunicação.